Bullying e Baixa auto-estima

  Postado em   por   Ainda não há comentários

Bullying é uma experiência extremamente agressiva para quem a sofre. É a vivência do bode expiatório. Quem já passou por ela pode calcular o sofrimento que ela representa. Bullying é a prática de ser excluído e/ou agredido e humilhado por um grupo. Pode ser apenas verbalmente ou pode também incluir agressões físicas. Vou dar um exemplo fictício baseado em casos reais para ilustrar o que quero dizer.

Aline (nome fictício) chega à terapia com a queixa de que nada dá certo na sua vida, não gosta de sua aparência, acha-se gorda, feia, não tem namorado e sente como se as pessoas sempre estivessem observando seus defeitos e rindo dela. Conta que, na infância, apanhava de outras crianças que a chamavam de gorda, baleia, botijão, etc. Na adolescência, achava que ninguém gostava dela e também não se agradava de si mesma.

Perguntei aos seus mentores espirituais o que estava gerando aquela situação e como ela deveria ser resolvida. Ao longo das sessões de terapia, os mentores mostraram a Aline imagens vidas passadas nas quais seus personagens (Egos de vidas passadas) também foram excluídos, atacados e humilhados por grupos. Numa encarnação, foi um judeu capturado e assassinado por nazistas. Outra vida passada mostrada pelos mentores revelou que seu personagem foi um ladrão que morreu apedrejado e linchado pela população.

Também descobriu uma encarnação em que morreu queimada numa fogueira, acusada de bruxaria. As pessoas a olhavam e clamavam por sua morte, acreditando que ela havia feito um pacto com o demônio. Numa vivência anterior, foi recolhida e aprisionada num sanatório porque falava com espíritos que apenas ela via. Foi considerada louca e morreu num hospício, submetida a vários tipos de maus-tratos.

Os mentores também mostraram encarnações em que Aline havia sido o “algoz”, ou seja, havia excluído e humilhado pessoas. Após o desencarne, seu espírito passou pelo umbral e se sentiu culpado, o que acabou gerando as encarnações posteriores nas quais sofreu bullying. O espírito de Aline foi desligado emocionalmente de todas as vidas passadas de exclusão. Também perdoou a si mesma e àqueles que a fizeram sofrer.

Sua criança interior que estava muito ferida foi cuidada, recebendo amor e carinho. A auto-estima melhorou na medida em que passou a valorizar suas qualidades e a se cuidar mais. Os mentores disseram que ela não iria mais sofrer bullying, pois não estava mais contra si mesma, nem com medo das pessoas. Uma nova fase de paz e amor havia se iniciado. E assim seu tratamento emocional e espiritual foi finalizado. Aline parecia uma nova pessoa: mais bonita, confiante e feliz.

 

Gostou do texto? Então curta e compartilhe!

Outras pessoas podem estar precisando dessas informações!

Gratidão, paz e luz!

Valéria Centeville e Leonel Vicente-Terapeutas de Vidas Passadas.

Consultas presenciais e à distância, via Skype e telefone.

www.terapiadevidaspassadas.com

www.povodooriente.net

Whatsapps 11 9 8444 9975 11 9 4236 6486 11 99824-2584

Gostou? Compartilhe:

Comentários