Culpa é veneno para a alma

  Postado em   por   Ainda não há comentários

Ao longo dos anos, já atendi muitas pessoas que me procuraram com a queixa de que a vida não fluía, não evoluía, sem que conseguissem identificar o porquê, já que eram pessoas dedicadas. Em muitos casos, utilizando regressões de memória para compreendermos os motivos pelos quais a vida estava estagnada, descobrimos que o espírito estava carregando culpa.

Quando um espírito não se perdoa pelos erros cometidos no passado, ele pode carregar culpa para outras vidas e se punir constantemente, num processo chamado de auto-sabotagem. Talita (nome fictício) chega ao consultório queixando-se de que sua vida profissional não alcança progressos há anos, embora esteja sempre atualizada, realizando cursos em sua área e seja bastante dedicada.

Durante o processo investigativo das origens desse problema, descobrimos, através de regressões de memória, que seu espírito se sentia culpado por ter enriquecido de forma ilícita em outras vidas. Numa delas, era um político e participava de um esquema de cobrança de altíssimos impostos que não eram revertidos em benefícios para a população. Ao contrário, a maior parte da população era miserável e vivia num sofrimento e desamparo governamental crescentes.

Após o desencarne, seu espírito foi para o umbral, onde sofreu ataques, solidão, fome, frio e sede durante anos, sem sequer entender por quê estava lá. Quando alcançou esta compreensão e se arrependeu do que havia feito, pôde ser resgatado por espíritos de luz e foi levado a uma colônia espiritual. Lá, entendeu que sua missão de alma tinha sido ajudar a melhorar as condições de vida das pessoas, facilitando a distribuição de renda. E havia feito o contrário.

Seu espírito precisava perdoar a si mesmo e seguir em frente, reencarnando e realizando a mesma missão na vida posterior. Mas, ao invés disso, pensou que não merecia ser feliz e que não poderia ter prosperidade financeira, senão cometeria novamente o mesmo erro. Ao perceber que estava sendo conduzida por um processo de auto-sabotagem, Talita teve a oportunidade de se perdoar e programar sua mente para viver de um jeito mais saudável. Assim, pôde prosperar e auxiliar muito mais pessoas com sua nova condição física, mental, espiritual e emocional. A culpa foi substituída pelo amor e perdão. A vida ficou melhor e mais feliz para ela e para todos.

Se você gostou desse texto, curta e compartilhe com seus amigos!

Fazer o bem sempre faz bem!

Pode ser que alguém que você conhece esteja precisando.

Gratidão, paz e amor!

Valéria Centeville e Leonel Vicente – Terapeutas de Vidas Passadas
Consultas presenciais e à distância, via Skype e telefone.
Whatsapps 11 9 8444 9975 11 9 9824 2584 E 11 9 9824 2584
www.terapiadevidaspassadas.com
www.povodooriente.net

 

Gostou? Compartilhe:

Comentários