Vaginismo muitas vezes tem cura!

  Postado em   por   Ainda não há comentários

Vaginismo muitas vezes tem cura

O vaginismo é um problema caracterizado pela contração involuntária da musculatura do assoalho pélvico. Essa contração acontece por medo de ter relações sexuais e impede a penetração.

Às vezes, a mulher consegue ter relações sexuais, mas sente dor, o que é chamado de dispareunia.

É importante realizar uma consulta médica para descartar possíveis causas orgânicas e tratar, se for o caso.

A boa notícia é que a maioria dos casos tem cura. Ao longo da minha vida profissional (16 anos trabalhando como terapeuta), já vi várias mulheres se curando deste mal com a Terapia de Vidas Passadas.

Normalmente, este medo foi gerado em outras encarnações, mas também pode ter causas na vida atual. O mais comum é encontrarmos causas tanto na vida atual quanto em outras vidas.
As causas mais comuns para este problema são traumas com homens em vidas passadas ou na atual encarnação. Traumas tanto físicos quanto emocionais podem gerar este problema.

Por exemplo, uma mulher pode ter sido obrigada a se casar com um homem de quem não gostava, que não era compatível com ela, numa vida anterior. Isso era muito comum no passado, pois eram os pais que escolhiam o marido, por motivos financeiros, desrespeitando a vontade dos filhos.

Esse tipo de prática gerou muitos problemas, dores e insatisfações, pois as pessoas eram obrigadas a passar a vida toda num casamento insatisfatório, tendo que fazer sexo com quem não desejavam.

O sexo muitas vezes era realizado sem as preliminares e, também por isso, faltava a lubrificação feminina, o que gerava dor. Sem contar os verdadeiros estupros que eram realizados pelos próprios maridos muitas vezes.

Há histórias de mulheres que foram prostitutas em vidas anteriores, não por escolha, mas por necessidade, ou seja, para sobreviverem. Devemos lembrar que o trabalho feminino remunerado, fora de casa, é algo muito recente na nossa História.

Há casos de mulheres que foram religiosas, freiras, por exemplo, e fizeram voto de castidade. O sexo, para elas, era visto como pecado, algo feio e sujo. Essas crenças negativas e promessas feitas em outras encarnações muitas vezes são levadas para as vidas posteriores, até serem ressignificadas, tratadas e curadas.

A grande maioria das mulheres que se tratam com as regressões de memória se curam, pois elas chegam até a origem do problema e encontram soluções curativas, com o apoio dos mentores espirituais.

A Terapia de vidas passadas já ajudou muitas pessoas.

Ela também pode ajudar você a ter uma vida mais bela e feliz!

Valéria Centeville-Terapeuta de Vidas Passadas

Consultas presenciais e à distância, via skype, telefone ou messenger.

WhatsApp: 11 9 8444 9975(tim) e 11 9 4236 6486(vivo)

www.terapiadevidaspassadas.com

www.povodooriente.net


Gostou? Compartilhe:
Categorias: Geral

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *